top of page

Representantes da OAB-PB e da Polícia Civil participam de reunião para fortalecer parceria

Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), se reuniram, na manhã desta quarta-feira (28), com a Polícia Civil da Paraíba para firmar parceria e discutir ações que buscam beneficiar a atuação de advogados no interior das delegacias. Entre os assuntos discutidos esteve a criação de um parlatório nas centrais de flagrantes do Estado.

A reunião contou com a presença da delegada geral adjunta da Polícia Civil da Paraíba, Cassandra Duarte, além de delegados e representantes da Comissões de Direitos Humanos, das Prerrogativas dos Advogados e da Justiça Criminal, todas pertencentes à OAB-PB.

O presidente da Comissão de Justiça Criminal da OAB-PB, Leonardo Ribeiro, considerou o encontro positivo. “Essa reunião teve o primeiro objetivo de estreitar a boa relação e parceria entre a OAB e a Polícia, além de discutir outras ações que podem melhorar a assistência prestada à sociedade pelas duas instituições. Alguns encaminhamentos feitos serão tratados com prioridade pela Polícia Civil”, afirmou.

Para a presidente da Comissão dos Direitos Humanos da OAB-PB, Leilane Soares, a reunião foi bastante positiva e a sociedade será a principal beneficiada pela boa relação entre as instituições.

“Na oportunidade, pudemos estender a parceria que já temos com a Polícia Militar, especialmente com a companhia da PM de Bayeux, e que agora também se estende à Polícia Civil, com encaminhamentos para a participação da Comissão nos seminários realizados pela Acadepol, para falarmos sobre prerrogativas dos advogados bem como temas pertinentes aos Direitos Humanos, diante deste quadro, quem sai ganhando é a sociedade com esse estreitamento dos laços entre a Polícia Civil e a OAB-PB”, destacou.

A delegada geral adjunta da Polícia Civil, Cassandra Duarte, também considerou o encontro importante. Ela disse que historicamente a Polícia Civil sempre teve um bom relacionamento com advogados. “Temos uma relação salutar e harmoniosa porque essas instituições têm o objetivo em comum de atuar em defesa da sociedade e da promoção da justiça social. Estamos melhorando ainda mais essa boa relação, analisando as reivindicações que irão fortalecer o papel das duas instituições”,afirmou.

2 visualizações

Commentaires


bottom of page