OAB-PB apoia projeto em defesa da Comunidade LGBTQIA+

Atualizado: 18 de mai.


A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), sediou, nesta terça-feira (17), o lançamento do Proteja LGBT, canal do whatsapp para atender demandas de LGBTFOBIA no estado. O projeto foi lançado pelo movimento Aliança Nacional LGBT+ e o Iguais LGBT+. A OAB-PB apoia a iniciativa. O número para denúncias é: (83) 99967-3347.



O presidente da Comissão de Diversidade Sexual e Gênero da OAB-PB, Ginaldo Figueiredo, explicou que a Seccional vai acompanhar de perto o cada denúncia e como está ocorrendo o processo de encaminhamento e investigação. “Vamos fazer esse acompanhamento, se tudo está ocorrendo em conformidade com a Lei”, declarou.



A vice-presidente da OAB-PB, Rafaella Brandão, também participou do lançamento e afirmou que no dia internacional de proteção a comunidade LGBTQIA+ (17 de Maio) ratifica seu compromisso de apoio e proteção às vítimas de crimes homofóbicos.




“Umas das missões da Ordem é o comprometimento com a sociedade. A Ordem não tolera atos de discrimação, intolerância e racismo. Números como 300 mortes dentro da comunidade LGBTQIA+ são inadmissíveis. A OAB-PB está sempre disponível para proteger às vítimas de violência e acompanhar os processos penais, como amicus curiae, quando necessário. A rede de proteção a comunidade LGBTQIA+ pode contar sim com a parceria da OAB-PB”, ratificou.



O evento contou com a participação de representantes de diversos movimentos e grupos em defesa dos direitos da comunidade LGBTQIA+, entre eles Dhell Felix (Presidente da Iguais Associacao LGBTQIA+), Karina Guedes (Representando a Aliança LGBTQIA+), Marcos Dias (Coordenador Grupo Diversidades), Marli Soares (Articuladora do Grupo de Mulheres Lésbicas Maria Quitéria), Junior Firmino (Coordenador Estadual da Juventude LGBT de Terreiro) e o delegado Marcelo Falcone da Delegacia de Repressão a Crimes Homofóbicos (DECRADI).




Também participaram do lançamento o secretário-geral da OAB-PB, Rodrigo Farias; a diretorra Tesoureira, Leilane Soares; a presidente da Comissão de Direitos Humanos, Ana Cristina Estrela; a presidente da Comissão da Jovem Advocacia, Melissa Paulissen; e diversos conselheiros estaduais da OAB-PB.


104 visualizações