OAB-PB inaugura sede da Subseção de Princesa Isabel e Sala da Advocacia no Fórum de Água Branca


O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), Paulo Maia, e o presidente da Subseção da OAB de Princesa Isabel, Manoel Arnóbio de Sousa, inauguraram, na última segunda-feira (12), a sede da Subseção, que abrange também as cidades de Juru, São José de Princesa, Manaíra, Imaculada e Água Branca. A instalação da Subseção foi concluída no início deste ano, mas devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) não havia sido inaugurada formalmente.


Além de Paulo Maia e Manoel Arnóbio, também participaram da solenidade o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da Paraíba (CAA-PB), Assis Almeida; o conselheiro federal da OAB, Harrison Targino; o vice-presidente da Subseção, Jorge Márcio Pereira; o presidente da CAA em Princesa, Rivaldo José; e vários advogados da região.


Manoel Arnóbio afirmou que a Subseção é de suma importância para a região. “Essa Subseção é de extrema importância para Princesa, para a OAB-PB e para a advocacia, pois éramos vinculados à Subseção de Patos, que é um pouco distante, e as vezes nossas demandas não eram plenamente atendidas. Agora temos mecanismos e assumo o compromisso de atender bem nossa classe”, garantiu.


Manoel também agradeceu ao presidente Paulo Maia, que fez a Ordem chegar fisicamente a Princesa. “Agradecemos ao empenho que o presidente Paulo Maia sempre desprendeu a advocacia da região de Princesa Isabel e de toda a Paraíba”, disse Manoel Arnóbio.




Paulo Maia, por sua vez, afirmou que a criação e instalação da Subseção de Princesa Isabel foi mais um compromisso de gestão agora efetivado. Ele destacou que a Subseção faz com que haja maior representatividade da advocacia e da sociedade local. “A criação da Subseção só vem a valorizar a advocacia e todos os jurisdicionados, enfim, toda a sociedade que precisa da Justiça”, disse.




Água Branca


A comitiva da OAB-PB também esteve na cidade de Água Branca, onde foi reinaugurada a Sala da Advocacia do Fórum da Cidade. O serviço de recuperação da sala foi realizado pela Caixa de Assistência dos Advogados. O juiz diretor do Fórum, Mathews Francisco, e diversos advogados participaram da solenidade através do sistema de videoconferência.

37 visualizações