OAB-PB prestigia posse da desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti na presidência do TRE


O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), Harrison Targino, participou, nesta sexta-feira (18), da solenidade de posse da desembargadora Maria de Fátima Moraes Bezerra Cavalcanti Maranhão na presidência do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), a em razão do término do biênio do desembargador Leandro dos Santos, ocorrido na última sexta-feira (11).


A cerimônia, que aconteceu na Sala de Sessões do TRE-PB, contou também com a presença do presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB-PB, Marcio Maranhão; de diversas autoridades e familiares.


Na oportunidade, o presidente da OAB-PB, Harrison Targino, ressaltou a “alegria de participar da posse da desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti Maranhão como presidente do Tribunal e afirmou ter certeza que, com sua experiência, sensibilidade, marcará de forma positiva sua passagem por mais essa função no Judiciário paraibano”.


Harrison também afirmou ter convicção de que a advocacia e o TRE-PB manterão o excelente nível de diálogo como vinha acontecendo na gestão do desembargador Leandro dos Santos, visando sempre atender melhor a sociedade paraibana e a advocacia.


“A desembargador Fátima é extremamente experiente, sensível, com larga folha de serviços prestados ao Judiciário paraibano. Ela foi a primeira mulher a se tornar desembargadora na história da Paraíba, tendo granjeado a admiração dos seus pares, da sociedade e da advocacia”, disse.


Já o presidente da Comissão de Direito Eleitoral, Marcio Maranhão, destacou o fato de uma mulher assumir a presidência do Tribunal Regional Eleitoral. “É a segunda vez que uma mulher assume a presidência do TRE. Vamos ter uma mulher na presidência, uma mulher na chefia da Procuradoria Regional Eleitoral, a doutora Acácia Suassuna. Isso só engrandece o TRE-PB, uma vez que elas têm vasta experiência no campo jurídico, sobretudo a desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti. Com certeza teremos um Tribunal com decisões cada vez mais justas e com olhar especial para o social”, afirmou.


O advogado e ex-juiz membro do Eleitoral, Arthur Monteiro Lins Fialho, também saudou a empossada, representando a OAB-PB. “Como faço uso da palavra, em nome da Ordem dos Advogados do Brasil, com a permissão do nosso presidente Harrison Targino, eu rogo que vossa excelência durante sua presidência neste Tribunal, repita o que fez na sua gestão como presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, mantenha esta relação cordial e amiga com a OAB, porque quem não milita nesta casa, pode até desconhecer, mas a Justiça Eleitoral e a Ordem dos Advogados do Brasil, tem uma história bastante imbricada, são instituições que se ajudam mutuamente; tenho certeza que a desembargadora Fátima vai continuar este trabalho, e não só continuar, vai ampliá-lo; eu posso afirmar que a senhora é uma pessoa extraordinária, que mesmo querendo não consegue passar desapercebida; a senhora tem em mim um admirador, saiba que aprendi e aprendo muito com vossa excelência, desejo muito sucesso na missão de presidir nossa Corte Eleitoral, conte com a Ordem dos Advogados do Brasil para defesa e aprimoramento do Estado Democrático de Direito, e que Nossa Senhora a continue abençoando”.


Ao final, a nova presidente do TRE da Paraíba fez o seu discurso de posse: “Qual o papel da Justiça Eleitoral neste contexto histórico? Confesso que ao me sentar aqui, na qualidade de corregedora, e fazer algumas visitas a juízes do nosso estado, eu aprendi que nós temos que desenvolver ações voltadas à acessibilidade, igualdade, sustentabilidade, com o objetivo de assegurar o atendimento de qualidade aos cidadãos, porque estes cidadãos são eleitores e eles precisam estar bem para fazer boas escolhas, eles precisam ter cultura, para poder avaliar os seus candidatos, seus representantes, por isso que nós vamos eleger, na nossa gestão, essa questão da acessibilidade, da igualdade e da sustentabilidade; nós queremos a valorização da mulher, que tem direito de sonhar, porque lutadora já é, e conquistar o seu sonho”.

3 visualizações