top of page

Comissão de Direitos Humanos se reúne com Comando Geral da PMPB e discute parcerias

A presidente e o vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), Leilane Soares e José de Morais Neto, respectivamente, se reuniram, na manhã desta terça-feira (18), com o Comando Geral da Polícia Militar da Paraíba para discutir parcerias no sentido de garantir mais proteção aos direitos dos policiais militares.

O comandante geral da PM-PB, Euller Chaves, foi contactado pela presidente da comissão para esclarecer acerca de uma notícia veiculada nas redes sociais de que a corporação estaria armazenando água em potes inadequados para servir aos policiais que estavam de serviço durante o bloco das Virgens de Tambaú.

Euller Chaves informou ainda, que a utilização do recipiente foi proibida desde a última segunda-feira (17).

Durante a reunião, o diretor do Centro de Educação da PM, coronel José Ronildo apresentou o reservatório utilizado, bem como o sargento idealizador do objeto, mostrando se tratar de pote de sorvete, que nunca foi usado, e após esterilização, foi transformado em um filtro artesanal para ser levado para marchas, instruções e outros locais que necessitassem de um processo mais prático de colocar água limpa e gelada para ser servida aos policiais.

Leilane Soares aproveitou a oportunidade para se colocar à disposição da corporação e de seus policiais militares. “Já temos experiência de contato com policiais militares, onde tivemos a oportunidade de realizar palestras com profissionais da PM, em Bayeux, temos feito um trabalho de aproximação com as forças de segurança do estado e nossa proposta é justamente essa, a de estabelecer o diálogo”, destacou.

Coronel Euller Chaves, destacou a importância da aproximação da PM com a comissão, pois ambas têm um objetivo comum. “Temos o objetivo único de garantir mais proteção e cuidado aos profissionais da segurança pública e essa parceria, pautada no diálogo e na construção permanente, ajuda bastante a chegarmos o mais perto possível de alcançarmos êxito na missão de cuidar daqueles seres humanos que dedicam suas vidas para cuidar de outras pessoas”, disse.

Leilane Soares acrescentou, que o encontro abriu as possibilidades para cursos e palestras, através do Centro de Educação, para as unidades da PM, com o objetivo de fortalecer e efetivar a proteção dos direitos dos policiais militares, além da participação da comissão nos debates sobre Direitos Humanos no curso de formação dos policiais militares. Também foram iniciadas as tratativas da comissão com a Coordenadoria de Integração Comunitária e Direitos Humanos.

A presidente ressaltou também, que o momento foi de grande importância por estreitar o diálogo com a Polícia Militar e também pela reunião ter sido provocada a partir de uma demanda trazida à OAB por policiais militares que viram na comissão um órgão de defesa dos seus direitos.

2 visualizações

Commenti


bottom of page