Comissão da OAB-PB acompanha caso dos assassinatos do Pai Johnny de Siríaco e de Mãe Alyne



A Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), participou, no dia 28 de dezembro, na sede da Central da Polícia Civil em sua Superintendência - Setor Sul, da reunião conjunta da Força Tarefa criada para o acompanhamento dos assassinatos do Pai Johnny de Siríaco e de Mãe Alyne Vieira ocorridos no dia 14 de novembro de 2021. A Superintendência da Polícia Civil - Setor Sul é o setor responsável pela área de Caaporã onde ocorreu o crime.


Apurando junto aos mesmos as informações e demandas acerca do inquérito policial investigado pelo Delegado Marcos Paulo Sales, e mesmo não podendo antecipar os resultados preliminares das investigações, a autoridade policial demonstrou o total empenho e seriedade da equipe investigativa na resolução dos assassinatos.


Para Saulo Gimenez, do Fórum Diversidade Religiosa – PB e representante da sociedade civil organizada na Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB/PB, “gratidão define esse encontro, pois demosntra a proficiência e a preocupação da Polícia Civil da Paraíba nos esclarecimentos para a população ante esse infortúnio.”


Estiveram presentes: Saulo Gimenez (Fórum Diversidade Religiosa – PB), Bruno Ricardo (Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB-PB), Delegada Maísa Félix (Superintendente - Setor Sul), Delegado Hugo Hélder (Núcleo de Homicídios - Setor Sul), Leandra Cardoso (Gerente Executiva da Equidade Racial da Secretaria da Mulher e Diversidade Humana da Paraíba) e Andréia de Lima (Centro de Igualdade Racial João Balula).

17 visualizações