top of page

Assembleia Legislativa debate violência contra a pessoa idosa na Paraíba

Assembleia Legislativa debate violência contra a pessoa idosa na Paraíba

Publicado em 23 de agosto de 2017 às 18:12


A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou, nesta quarta-feira (23), uma Audiência Pública para discutir sobre a violência contra a pessoa idosa na Paraíba. A propositura, da deputada estadual Daniella Ribeiro, teve objetivo de analisar dados e apontar soluções de crimes contra pessoas da terceira idade no estado.

A parlamentar afirmou que o significado é dar a devida importância ao trabalho de educação e conscientização aos tipos de violações às pessoas acima de 60 anos. “A violência ao idoso não se dá apenas na agressão física, mas também no abandono, na injúria e na falta de cuidado. Portanto, são diversas formas de violência que temos a obrigação de alertar a sociedade”, explicou.


O cardiologista Marcelo Queiroga, diretor do Conselho Regional de Medicina da Paraíba, ressaltou que os dados do Disque 100, canal da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos responsável pelo recebimento das denúncias de violações de direitos, mostram que mais de 80% dos casos de violências contra idosos acontecem dentro de casa. “Por incrível que pareça, a violência vem mais dos filhos através do abuso econômico e violência financeira, quando as pessoas se apropriam de proventos de idosos, além da própria negligência. Então, dessa forma, que agradeço a iniciativa da deputada Daniella Ribeiro e os parlamentares da Casa por trazer à tona um assunto de tal importância”, destacou.

A presidente do Conselho Municipal de Direitos do Idoso de João Pessoa, Nilsonete Lucena, alerta que as pessoas idosas que sofrerem qualquer tipo de violação deve ligar para o número 3218-6945. “A comunidade de uma forma geral ou o próprio familiar deve fazer uma denúncia anônima ao Conselho. Em seguida, fazemos uma visita que averigua essas negligências para, desse modo, realizar os encaminhamentos cabíveis”, concluiu.

Também participaram da Audiência Pública a presidente da Comissão em Defesa dos Direitos do Idoso da Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB), Angélica Gurgel Butrus; a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, Vandinei Viegas dos Anjos; a investigadora criminal da Delegacia do Idoso, Maria de Fátima Bezerra e a representante da Câmara Municipal de João Pessoa, vereadora Helena Holanda.

1 visualização

Σχόλια


bottom of page