Advogado Ticiano Figueiredo de Oliveira recebe título de cidadania pessoense



A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) realizou na tarde desta segunda-feira (30), uma sessão solene para a entrega do título de cidadania pessoense ao advogado e Conselheiro Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ticiano Figueiredo de Oliveira.


Participaram da solenidade, o presidente da OAB-PB, Harrison Targino, os conselheiros federais da OAB pela Paraíba, Paulo Maia, Marina Gadelha, Rodrigo Toscano, Michelle Ramalho e Rebeca Sodré; o representante da advocacia no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Rogério Varela; e o conselheiro seccional, Igo Gadelha.


O evento contou ainda com a presença de familiares e colegas de advocacia e foi proposta pelo vereador Marmuthe Cavalcanti.


O parlamentar autor da proposta afirmou que prestigiar e homenagear um advogado do quilate de Ticiano Figueiredo além de uma grande honra, foi uma demonstração de respeito, cordialidade e admiração a todos os profissionais advogados e advogadas que dedicam suas vidas a servir a sociedade com altivez, independência, responsabilidade, qualidade técnica e amor. “Foi este amor e vocação que o fez enveredar pela advocacia. Esta singela homenagem representa o reconhecimento ao grande jurista e professor, pela sua brilhante e combativa atuação no campo jurídico e acadêmico, uma trajetória que certamente serve como exemplo para os colegas de trabalho, de profissão, alunos e ex-alunos, leitores e todos aqueles que acreditam na justiça, nas leis e na defesa dos direitos humanos”, pontuou.


Por sua vez, Harrison Targino, presidente da OAB seccional Paraíba, pontuou que Ticiano Figueiredo possui a capacidade de aglutinação e liderança. “Ele é hoje um dos maiores líderes da advocacia nacional, sendo reconhecidamente um advogado exitoso pela sua capacidade intelectual e de juntar pessoas que aprenderam a admirar sua trajetória profissional e pessoal”, acrescentou.



Marina Gadelha, conselheira federal da OAB-PB, declarou que Ticiano Figueiredo reúne a combinação de ser agregador e ao mesmo tempo combativo. “Essa combinação não é fácil, porque ser combativo é normalmente desagradar e desagradar é desagregar, mas ele tem um talento muito especial de ser combativo, defender as suas posições que normalmente ou quase sempre não são posições unânimes, mas sem perder os laços, o relacionamento e a boa forma de lidar com as pessoas”, destacou.


O deputado federal Hugo Mota disse “não ter dúvida de que o título de cidadão pessoense irá fazer com que Ticiano Figueiredo e sua família estejam cada vez mais presentes na Paraíba, não só como reconhecimento aos serviços prestados, como também para que ele possa levar o nome de João Pessoa e do estado por onde quer que vá”.


Natural de Goiânia (GO), Ticiano Figueiredo de Oliveira, descreveu o dia em que recebeu a cidadania pessoense como uma data muito especial. “Não fui eu quem decidiu gostar de João Pessoa, mas foi João Pessoa que fez morada dentro de mim. Foi quando a Paraíba revelou-me um lado curioso da vida que eu não conhecia. Minhas primeiras palavras são de agradecimento e dirigir-me agora aos caros conterrâneos, já que a partir deste instante sou um cidadão pessoense, é uma sensação inenarrável. Este título não pertence a mim, ele é representativo e pertence a cada um dos advogados que permitiram que eu construísse a trajetória que aqui me traz e se tem algum mérito em ser reconhecido com tamanha honraria, devo ao Direito, que me trouxe a João Pessoa”, finalizou.



33 visualizações