Advogadas da Paraíba participam de evento no RN para debater desafios profissionais



A vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), Rafaella Brandão; a presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-PB, Izebelle Ramalho e a presidente da Comissão de Combate à Violência e Impunidade Contra a Mulher da OAB-PB, Ana Beatriz Eufrazino, participaram, nessa segunda-feira (30), no auditório da OAB-RN, da roda de conversa sobre os desafios profissionais da mulher advogada.


O encontro faz parte da programação do Dia Estadual da Mulher Advogada, que foi aberto com um café da manhã, reunindo advogadas e advogados.


“O Dia Estadual da Mulher Advogada é uma data de reflexão dessa luta de nós mulheres pelos espaços de decisão e igualdade efetiva. Sendo assim, essa atividade da Seccional proporciona uma reflexão e busca uma integração entre a Seccional, Subseções e mulheres advogadas para que a gente possa fortalecer essa luta”, destacou a vice-presidente da OAB-RN, Lidiana Dias


Após a apresentação da poetisa Quitéria, a presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-RN, Vânia Furtado, abriu a conversa falando sobre a importância da união. "Se tivermos outras de nós abrindo espaço com a gente, a gente não precisa estar sozinha. Eu sempre falo que a liderança feminina é solitária, mas não precisa ser", disse.


No evento foram debatidos assuntos como a participação feminina nos espaços de poder e decisão, a representatividade, sororidade e união. As advogadas também contaram um pouco de suas trajetórias e dividiram experiências.


A programação do Dia da Mulher Advogada seguiu com um almoço, lançamento da campanha Advocacia Sem Assédio e entrega da Medalha Wandecy Veras às advogadas Margarida Seabra e Maria Auxiliadora.


Para o lançamento da campanha Advocacia sem Assédio, a OAB-RN convidou a presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada, Cristiane Damasceno. Com a campanha, a Ordem abre espaço e oferece todo o suporte para que advogadas e profissionais do Direito falem sobre os episódios de assédio, sem que haja medo de retaliações, e ainda incentiva que os crimes sejam denunciados. As denúncias podem ser direcionadas para o endereço www.advsemassedio.org.br




75 visualizações